O que é a Bíblia? Palavra de Deus ou apenas mais um livro qualquer?

Bíblia, Palavra de Deus

Neste artigos irei tratar de Bíblia, é o primeiro assunto que eu defini, porque é através dela nós temos conhecimento de todas as doutrinas bíblicas. Sem ela não consigo estudar Deus, o homem e o pecado, enfim, não conseguimos estudar nada a respeito da fé cristã.

Precisamos de informações e para nós cristãos essas informações estão na Bíblia. Não usarei textos bíblicos neste artigo porque a Bíblia não se defende, deste modo, o que vou relatar aqui é o que eu creio, assim como a maioria dos cristãos, espero que seja essa também a sua visão.

a Bíblia é a Palavra de Deus, Única Fonte de fé

Vamos lá, primeiramente, a Bíblia é a única fonte que nós temos. Algumas religiões tem várias fontes, algumas tradições e outras até outros escritos, eu como Batista creio apenas na Bíblia e a tenho como unica fonte de fé e como um guia de prática.

Crer ou abandonar a fé

Creio na Bíblia como Palavra de Deus, se ela não for a Palavra de Deus não nos resta mais alternativas a não ser abandonar a fé.

A Bíblia foi escrita por vários autores, alguns livros em peles de animais, outros em papiro. Os originais se perderam com o tempo, até por causa do fragil material utilizado e muitas cópias foram feitas.

Muitas cópias foram feitas, ao fazermos comparações temos muita similaridade testificando assim a veracidade dos mesmos. Essas copias foram feitas com bastante rigor, tanto pelo judeus quanto pelos cristãos, com intenção de não alterar o sentido do texto.

Providência divina

Eu como a maioria dos cristãos creio na providencia divina, em que Deus ao longo dos séculos manteve sua Palavra fiel e sem erros. É possível encontrar nela erros de tradução, erros esses que não atrapalham na interpletação das doutrinas, pois ao serem comparados com os escritos na lingua original é possível identificar os erros e corrigilos, mantendo deste modo a fidelidade ao texto.

Hoje em dia é mais fácil corrigir os erros de tradução, pois é muito mais fácil alterar o texto num computador antes que o mesmo seja impresso, muito diferente da cópia manual ou da impressão tipográfica onde tudo era muito artesanal.

É importante destacar bem que não estou me referindo a erros doutrinários, pois a Bíblia não contem erros doutrinários, apenas erros de tradução ou de copia, os quais podem ser identificados.

Estou me dirigindo aqui de maneira franca, expondo as dificuldades que nós cristãos temos com o texto bíblico, que são os erros de tradução, a falta de um original absoluto. Exponho isso para que você conheça e para que você possa ter uma fé conciente e esteja preparado para ser confrontado pelos que não creem.

Analisar o que lemos na Bíblia.

Outra coisa que torna importante em conhecer as limitações do texto bíblico, é que na hora de analisar um texto bíblico e quiser interpleta-lo, você vai saber que você precisa ter cuidado.

Uma doutrina não deve ser baseada apenas em um único texto bíblico e também não em uma única versão. É necessário analisar bem, caso seja possível até ir para as linguas originais (hebraico no Antigo Testamente e Grego no Novo Testamento).

Como já disse acima não preciso defender a Bíblia, ela não se defende e por isso não tenho como usar a própria Bíblia para defendê-la. O que eu posso fazer é orar por você que não crer na Bíblia e esperar que Deus te convença.

Podemos reforçar nossa fé ao vermos na Bíblia informações que só foram descobertas pela ciencia ou narradas pela história muito depois de serem escritas nos textos bíblicos. Essas passagens acabam reforçando a veracidade bíblica, alguns desses textos eu pretendo abordar em artigos futuros.

Voltando ao fato mais importante que é o fato de a Bíblia ser a Palavra de Deus. Alguns vão tentar deturpar isso, dizendo que apenas algumas partes são a Palavra de Deus, também há quem diga que ela contem a Palavra de Deus, até existem outros que dizem que ela precisa de atualizações para se adequar a cultura atual.

Precisamos ter cuidado e fazer uma análise criteriosa

Existe também quem diz que o ensino dos apóstolos pode possuir erros, dando autoridade apenas às falas de Jesus. Assim como aqueles que dizem que livros escritos no mesmo periodo teriam autoridade. Ex. Evangelho segundo Pedro, Evangelho segundo Maria Madalena, etc.

Se eu considerar todo livro da época como sagrado vou ter sérios problemas, por eles não serem harmônicos entre si, desta maneira fico sem limites para definir o que é certo ou errado.

Se você for por algum destes caminhos, não haverá limites para a heresia. O que você quiser pregar, você vai achar algum prestesto para defender. Se não achar na Bíblia vai começar a procurar em outros livros da época até que ache algo que se encaixe no seu pensamento.

Eu preciso ser honestos e encontrar no texto bíblico a verdade. Preciso partir do texto bíblico e não ler com minhas idéias já formadas. Preciso ser fiel ao que está escrito e não ser fiel as minhas ideias.

Considerações finais

Minha ideia aqui não é ser exaustivo e sim apenas definir um ponto de partida, desta maneira ficará mais fácil abordarmos outros temas nos próximos artigos.

Preciso crer que a Bíblia é a Palavra de Deus. Só assim posso me basear nela para defender algo e esse é nosso ponto de partida.

Caso tenha alguma dúvida ou algo para acrescentar deixe nos comentários abaixo.

Esse artigo também foi gravado em vídeo, veja abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *